sábado, 2 de outubro de 2010

Benefícios da banana


A banana contém uma substância chamada serotonina, que ajuda a relaxar e manter o bom humor, portanto pode ajudar pessoas que sofrem de depressão.
Por conter ferro estimula a produção de hemoglobinas e ajuda em caso de anemia.
Rica em potássio e pobre em sal, perfeita para baixar a pressão arterial.
Ricas em fibras, a inclusão de bananas nas dietas ajuda a normalizar o trânsito intestinal, permitindo melhorar os problemas de constipação sem o uso de laxantes.
A banana acalma o estômago e ajuda na digestão.
Comer uma banana entre as refeições ajuda a manter os níveis de açúcar no sangue elevados, combatendo o cansaço.
Rica em vitamina B acalma o sistema nervoso.
Ajuda a normalizar o batimento cardíaco, que auxilia a ida do oxigênio para o cérebro e que regula a repartição de água pelo corpo. Quando estamos estressados o nosso metabolismo altera-se reduzindo os níveis de potássio. Podemos ajustá-los com a ajuda deste fruto, rico em potássio.
A banana também diminui as câimbras, contendo bastante vitamina B6 e B12, indicada para quem parou de fumar, pois tira os efeitos da falta de nicotina.
Veja mais em: http://belezaesaude.dae.com.br/beneficios-banana/

Ótimas razões para você incluir aveia no cardápio


Se você está lutando contra o colesterol elevado, provavelmente já ouviu falar dos poderes da aveia para combater este mal.Por ser rico em fibras solúveis, que se ligam à água e se transformam em um gel capaz de eliminar as gorduras das artérias e impedir que elas sejam absorvidas pelo intestino, o cereal reduz as taxas de LDL (colesterol ruim) e, de quebra, previne o câncer de intestino.
E esses não são os únicos benefícios para quem enche a tigela de aveia. Ela é um cereal rico em diversos nutrientes: fibras, ferro, cálcio, magnésio, zinco, cobre, manganês, vitaminas (principalmente vitamina E) e proteínas , lista a especialista da Setha Consultora Nutricional, Selva Sierro. Dentre tantas substâncias positivas para a saúde, as fibras solúveis merecem destaque pelas atividades que exercem.


Veja mais em: www.minhavida.com.br

Cafeína ajuda no combate ao Câncer de pele


Uma nova promessa da ciência pode ajudar na luta contra o câncer de pele, forma da doença que mais cresce em todo mundo. De acordo com o dermatologista Gilvan Alves, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia, só em 2008, foram realizados cerca de 115 mil diagnósticos da doença no Brasil.

O estudo, realizado por pesquisadores da Harvard Medical School e publicado pelo Journal of investigative Dermatology, indica que a cafeína pode estar presente nos tratamentos do câncer de pele. A pesquisa mostra que o estimulante atua na eliminação de células danificadas pela exposição ais raios ultravioleta que por sua vez, podem evoluir para um tumor de pele. "Trata-se de uma das descobertas mais surpreendentes. Espera-se agora que as pesquisas atestem a eficácia tópica da cafeína, através de sua adição à composição de filtros solares e cremes", diz Gilvan Alves.

Para explicar a ação da cafeína o dermatologista afirma que ele pode, inclusive, substituir a proteína quinase, responsável pelo controle de danos ao DNA. "Na prática isso significa que as células alteradas cometem 'suicídio', sem que haja nenhuma alteração nos tecidos saudáveis", descreve.

Fonte: http://www.minhavida.com.br/

O poder dos alimentos que queimam gordura corporal


Muita gente já conhece a nutrição funcional e a usa no seu dia-a-dia. Os alimentos considerados funcionais agem como remédios para alguns e veneno para outros, por isso a importância da análise com uma especialista antes.

Esses verdadeiros achados não têm contra indicação e promovem uma queima de gordura de forma natural. Veja abaixo como eles agem no seu organismo. Pêras Lote sua fruteira de pêras se quer perder peso . É o que dizem estudos feitos na Universidade do Rio de Janeiro.

No estudo, que foi publicado na revista Nutrition (EUA), mulheres que comeram três pêras por dia, ingeriram menos que o total de calorias diárias permitidas, e perderam mais peso do que as que não comeram a fruta. Ricas em fibras, as pêras ajudam a pessoa a sentir saciada, o que evita que a mesma coma demais nas refeições principais. Uma pêra antes da refeição ajuda a amenizar a fome de leão , porém deixe a casca! A maior parte da fibra esta lá!

Grapefruit ou Toranja

De acordo com pesquisadores da Scripps Clinic, na Califórnia, EUA a ingestão de meia toranja antes de cada refeição pode lhe ajudar a perder peso - até um quilo por semana- mesmo se você não mudar mais nada em sua dieta. Os autores do estudo dizem que um composto da fruta ajuda a regular a insulina, hormônio que armazena gordura.
Como comer?
Casca e polpa. Cortadas em pedaços, as adicione à salada de espinafres. É também bom acompanhamento para camarão ou simplesmente descascadas, cortadas em tiras.

Amêndoas
Comer um punhado de amêndoas por dia, juntamente com uma dieta saudável, poderá ajudá-lo a secar gordura, sugere pesquisa publicada no International Journal of Obesity, EUA. Uma dieta-estudo pediu aos participantes que ingerissem amêndoas diariamente durante seis meses. O resultado: perderam 18% da sua gordura corporal. Os que seguiram uma dieta com a mesma quantidade de calorias e de proteínas, mas sem amêndoas, e com carboidratos complexos (como bolachas de trigo) perderam apenas 11%.
Como comer?
Ótimas para deixar na sua mesa para pequenos lanches ou picadas e adicionadas à iogurtes e/ou vitaminados.

Chocolate
Quem resiste a um bom chocolate? O chocolate amargo - e outros alimentos ricos em antioxidantes - podem ajudar a evitar a acumulação de gordura nas células do corpo, precursor para doenças cardíacas e obesidade, segundo a nova pesquisa de Taiwan, publicada no Journal of Agriculture and Food Chemistry.
Como comer?
Derreta meia barra de chocolate escuro no microondas por 30 segundos e espalhe em frutas de sua preferência.

Feijão branco
Eles são carregados de amido resistente, um poderoso queimador de gordura (meia xícara tem quase 10 gramas de amido resistente). Se você comer feijão branco com outros alimentos ricos em amido resistente, na mesma refeição, você pode queimar 25% mais gordura do que de outra forma, segundo pesquisadores da Universidade do Colorado, EUA.
Como comer?
Em saladas: com cebola, alho e azeite. Adicione duas latas de feijão escorrido, misture e sirva.

Daniela Jobst é nutricionista e Pós Graduada em Nutrição Clínica Funcional e Bioquímica do Metabolismo.

Para saber mais, acesse: www.nutrijobst.com

sexta-feira, 1 de outubro de 2010

Coma sempre na mesma hora


Para ajustarmos o nosso relógio biológico e adaptar o nosso apetite e nossa fome em algumas semanas é necessário estabelecer um padrão consistente de alimentação. Para isso, você deve fazer registros alimentares e rever o que e como você come.

Procure entender não somente os tipos de alimentos que escolhe, mas também a forma como distribui seu consumo ao longo do dia. As pessoas que omitem as refeições são muito mais propensas a consumir uma maior quantidade de comida durante todo o dia especialmente no fim da tarde e à noite.
Comece o a mudar os seus hábitos na primeira refeição. Tome o café da manhã mesmo que você não tenha fome neste horário e depois disso distribua as suas refeições ao longo do dia, levando pequenos lanches para comer quando sentir fome, mas estabeleça horários para "beliscar". No fim do dia, realize um jantar moderado e sem exageros.
Você perceberá que entre duas a três semanas seu relógio do apetite estará regulado. Se você escolher os alimentos corretos, notará um aumento de energia e de vigor mental. Evite as opções com alta concentração de açúcar, como a maioria dos doces, pois estes alimentos promovem um aumento inicial de energia, e trazem sonolência nas horas seguintes.

Comer com consciência
Você sabe o que significa comer com consciência e reconhecimento? Significa que você deve comer não apenas para o coração, mas também com o coração, ou seja, com calma, em ambiente tranqüilo e em boa companhia. Comer em situações de estresse, com raiva e em meio a discussões, são experiências associadas ao aumento dos fatores de risco de doenças
Fonte: http://www.minhavida.com.br/

quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Os Benefícios da Musculação na Terceira Idade



Pouco tempo atrás quando se falava do idoso a primeira imagem que vinha em nossa mente era de um velho vestindo pijama, sentado em uma cadeira, esperando a morte chegar. Hoje a terceira idade está dando um basta no sedentarismo e dando exemplo de vida mostrando que com o passar dos anos a disposição não acaba.

São inúmeros os benefícios proporcionados pelos exercícios de musculação. Mesmo para quem nunca realizou atividades físicas pode iniciar um programa e ainda alcançar bons resultados.Mais lembre-se o ideal antes de iniciar qualquer atividade física é procurar um médico especialista para fazer uma avaliação física.

No processo de envelhecimento acaba ocorrendo uma diminuição da massa muscular, densidade óssea, força e flexibilidade. O metabolismo acaba ficando mais lento e diminuindo, com isso a tendência é ganhar mais gordura, porém esses efeitos podem ser minimizados com a musculação.
Outro grande benefício da musculação é o auxílio na prevenção à osteoporose, além do entrosamento social, que ajuda a reduzir a depressão.
Além desses benefícios, a musculação não aumenta tanto a freqüência cardíaca e a pressão arterial quanto os exercícios aeróbicos, como andar, correr ou pedalar.
Na musculação o risco de acidentes e lesões é muito pequeno desde que se tenha um controle da carga e tenha um professor especializado para fazer um acompanhamento.


Fonte: http://www.webartigos.com/articles/14288/1/Os-Beneficios-da-Musculacao-na-Terceira-Idade/pagina1.html#ixzz10yO0QbGx

Benefícios do café da manhã


Com a correria do dia-a-dia, muitas pessoas "pulam" o café da manhã, ou comem no caminho do trabalho, escola, sem se preocupar com a qualidade e quantidade do que está ingerindo. A maioria das pessoas não da à primeira refeição do dia, a importância que ela merece.

O café da manha é super importante e faz com que o nosso metabolismo volte a funcionar corretamente, pois durante a noite ele fica lento. Dessa forma ele gasta as calorias que o corpo necessita. O café da manhã deve ser completo, com proteínas, vitaminas, minerais e carboidratos. E comer bem logo cedo, trás inúmeros benefícios. Alguns deles:

- É a primeira e principal refeição do dia
- Nos dá energia para gastarmos ao longo do dia
- Fornece energia para praticar exercícios físicos
- Evita a perda de massa muscular
- Faz com que não haja exageros na hora do almoço
- Faz com que não sintamos tanta fome ao longo do dia
- Ativa o nosso metabolismo
- Evita o depósito de gordura localizada
- Ajuda nas atividades intelectuais

Fonte: http://www.minhavida.com.br/

terça-feira, 28 de setembro de 2010

Exercícios durante a gravidez


Durante a gravidez é normal que algumas dúvidas surjam na cabeça das mamães:

•Ainda posso fazer ginástica agora que estou grávida?
•Eu não me exercitava antes, mas agora que estou grávida quero começar um programa de exercícios.
É possível?
•Quais atividades são seguras e quais são arriscadas?
•Quanto eu posso fazer?

Os exercícios durante a gravidez já foram considerados um tabu. As mulheres eram aconselhadas a ficar em pé o mínimo possível, levando uma vida sedentária. Hoje, no entanto, isto mudou, sendo a atividade física recomendada durante toda a gravidez pelos médicos, exceto para aquelas que apresentam complicações na gestação.

A prática regular de exercícios pode trazer muitos benefícios às futuras mamães. Muitos desconfortos comuns na gravidez, como a tendência à formação de varizes e dores nas costas entre outros podem ser aliviados pela prática de exercícios. As grávidas podem aumentar a resistência cardiorespiratória e a resistência muscular, o que ajuda durante o trabalho de parto (principalmente no parto normal) e também fortalece e tonifica os músculos mais afetados durante a gestação: os músculos da pelve, os abdominais e os lombo dorsais.

Sem dúvida, um bom programa de exercícios pode ainda melhorar a postura, causada pela inclinação anterior do quadril (projetando a barriga para frente), através do fortalecimento dos músculos das costas, peito, ombros, barriga e nádegas. Os exercícios também melhoram a circulação sangüínea, reduzindo o inchaço e as cãibras nas pernas.


Por:
Valéria Alvin Igayara de Souza
CREF 7075/ GSP - Especialista em treinamento.
Veja mais: www.minhavida.com.br

Vida Saúdavel



domingo, 26 de setembro de 2010

Ocorreu um erro neste gadget